Encontre Livros em Promoção nos nossos Principais Parceiros

Livraria da Travessa  Livraria Cultura Livraria da Folha Submarino

Jane Austen - Heroínas

Queridos leitores e leitoras,


Uma das coisas que mais atrai na Jane é ou não é aquele modelo de herói e heroína fortes, corajosos e com alguns defeitos bem humanos?
Liz Bennet e seu gênio é a heroína mais admirada e adorada pelos fãs justamente por ter um caráter forte e ser do tipo difícil de dobrar.
Jane Austen não nos mostra heroínas que são salvas pelos príncipes, mas sim que salvam os seus "príncipes encantados" os tornando seres humanos melhores.

Amar a literatura clássica não significa se prender a um autor, mas ver que existe uma variedade de autores incríveis que assim como nossa amada Jane tem um conteúdo maravilhoso.

Dentre clássicos de época surpreendentes, gostaria de apresentar a vocês um dos meu prediletos "Madame Bovary" de Gustave Flaubert, um francês que revolucionou de tal forma a literatura que foi levado preso por causa de seu livro.
Aí vem a questão, como assim ele foi preso por causa de um livro?
Na época, havia uma espécie de tribunal que zelava pela moral e os bons costumes e segundo eles a história de Emma Bovary era uma ofensa a moral e a religião.

Madame Bovary

Sinopse: Madame Bovary conta a história de Emma, uma moça criada no campo mas com sonhos burgueses. Inspirada pelo que lê nos livros, Emma quer uma vida melhor, cheia de mimos e coisas que só os ricos podem comprar. Pensando que poderá alcançar o que tanto quer, Emma casa com Charles Bovary, um médico também do interior. Charles ama Emma apaixonadamente mas não dá valor ao que Emma dá, não vê a beleza como Emma vê e é, na visão da própria, extremamente entediante.
Tentando suprir essa falta que o sonho de uma vida melhor faz, Emma procura em outros homens o alicerce para os seus desejos.

Existe também um documentário de quarenta minutinhos sobre o filme:





Existem filmes baseado nessa obra prima também:

A sedutora madame Bovary de 1949 :

Cinema Clássico - A Sedutora Madame Bovary




Madame Bovary de 1991






Obviamente a heroína de Flaubert se distingue das de Jane, mas através dele podemos ver uma espécie de painel de como era a sociedade inglesa, com Jane, e a sociedade francesa, com Flaubert.

Espero que tenham gostado, que comentem, opinem e digam o que querem ver por aqui.


Um comentário

  1. Estudei Madame Bovary na faculdade. Lembro que até fizemos comparações com O Primo Basílio.
    Não é um dos meus livros favoritos, mas gosto de Emma. :)

    Beijos!

    www.oblogdasan.com

    ResponderExcluir

Comentários são sempre bem vindos.
Marque a opção Notifique-me para receber a resposta ao Comentário.
Se quiser que eu responda por email, não se esqueça de deixá-lo aqui.
Se encontra algum erro no blog por favor nos avise!
O Comentário estará Disponível Após Moderação.

Quer deixar seu link? Use essa Dica

Topo