Encontre Livros em Promoção nos nossos Principais Parceiros

Livraria da Travessa  Livraria Cultura Livraria da Folha Submarino

Alguns segredos que Jane Austen não te contou - parte 4


Claire Tomalin, em seu livro JANE AUSTEN – A LIFE, disse que Jane Austen tinha ojeriza a internatos.

Aos 32 anos, a escritora escreveu, quando soube que duas de suas sobrinhas seriam enviadas a um internato contra a vontade: Dói-me na alma ver como rejeitam a uma criança de oito anos. Isso porque a própria Jane havia sido enviada a um internato aos 7 anos. (Ela tinha sido enviada junto com a sua irmã Cassandra.)

Os relatos da época contam que eram raros os internatos com condições agradáveis. A maioria, por questões financeiras, alimentava muito mal as suas internas e fornecia uma cama para cada duas moças.

Era comum meninas morrerem por doenças, o que fez alguns pais se arrependerem de ter enviado suas filhas a esses lugares. (Alguns desses arrependimentos vieram tarde demais...)

Claire Tomalin conta que, em diversas ocasiões, Jane Austen se referiu às professoras dos internatos como “classe ignorante”. Para você ter uma ideia, em uma carta, a escritora afirmou: Preferiria ser professora em um colégio (e não me ocorre nada pior que isso) antes de me casar com um homem de quem não gosto.

Você se lembra do romance Emma? Jane Austen menciona um internato. É onde a personagem Harriet vive. Jane elogia essa escola e sua diretora, a Senhora Goddard, mas aproveita a “deixa” pra falar mal dos internatos em geral. Está no capítulo 3 do livro:

A sra. Goddard era diretora de escola- não de um desses colégios ou estabelecimentos de ensino, onde se procura, com longas sentenças de refinadas tolices, conciliar a cultura liberal com a moralidade elegante, dentro dos novos princípios e dos novos sistemas – e onde as nossas jovens, mediante substanciosos pagamentos, perdem a saúde e adquirem vaidade -, mas de um verdadeiro pensionato, correto, à moda antiga, onde uma razoável quantidade de noções culturais são repassadas a um preço razoável, e onde as moças são enviadas para se formarem, para saberem abrir seu caminho na vida e adquirir uma cultura média sem o perigo de voltarem gênios para casa. (grifos meus)

A única vantagem que o internato teria trazido para Jane Austen, segundo Claire Tomalin, é o fato de ela ter se refugiado na leitura dos livros. Em condições ruins, é a imaginação que pode nos salvar.

Até segunda-feira que vem!

Yours faithfully,
Rebeca Miscow


(do blog Desanuviando)


p.s.: Todas as informações contidas nessa série de posts, intitulados “Alguns segredos que Jane Austen não te contou”, foram retiradas da biografia sobre a Jane Austen, escrita por Claire Tomalin.







Digite seu Email e Fique por Dentro de Tudo que Acontece Aqui, Posts, Promoções e Sorteios:


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comentários são sempre bem vindos.
Marque a opção Notifique-me para receber a resposta ao Comentário.
Se quiser que eu responda por email, não se esqueça de deixá-lo aqui.
Se encontra algum erro no blog por favor nos avise!
O Comentário estará Disponível Após Moderação.

Quer deixar seu link? Use essa Dica

Topo