Encontre Livros em Promoção nos nossos Principais Parceiros

Livraria da Travessa  Livraria Cultura Livraria da Folha Submarino

Emma - Resenha

Resenha do livro "Emma"

A minha edição é essa bilingue da Landmark. Ela separa o livro em volumes, como quando Jane o escrevera. Eu o adquiri no ano passado junto com Mansfield Park que ainda não li. E já tinha visto em algum lugar que Emma podia ser considerado Chick-lit.


Eis a Resenha

Emma - Bonita, Rica e sem o que fazer!!!

obs: esta resenha pode conter spoilers.




Tomar conta da vida de outra pessoa é perigoso, principalmente se a vida é de alguém tão suceptivel como Harriet Smith. Eu não sabia que a garota tinha só 17 anos, os filmes não contaram isso. E essa é a primeira vez que leio de verdade o livro. E notei que pequenos detalhes da trama foram omitidos nos filmes e até na série.

Durante a leitura do primeiro volume, achei Emma bem superficial, fato que fora atenuado nas adaptações cinematográficas. Só depois que ela "rachou a testa" com o Sr. Elton, é que ela passou a refletir mais antes de falar, e achei até que ela se arrependeu de ter tentado juntá-lo com Miss Smith.
Smith: nota que qualquer janeite que seja whovian não deixa passar, Smith é o sobrenome que o Doutor usa, ele disse que como é um nome comum as pessoas acreditam nele. E ele foi o nome dado logo a Harriet, que não se sabe de onde procede. Visto que ela fora deixada com Miss Godard e ninguém sabe quem são seus pais.
Adiante, Emma não quer que Harriet case-se com Mr. Martin, mas não se importa em usar a amizade da família dele para consolá-la, já que ela vive tristinha pelos cantos. Por causa você-sabe-de-quem. Peguei essa mania ai do próximo livro que li.
Outra, que as Bates são bem inconvenientes, nota-se. Lendo temos até mesmo a tendência de acelerar só porque sabemos que é a Miss Bates falando. Mas nada disso dá a Emma o direito de tratá-las do modo que trata, as vezes até parecia que sua amizade por elas era fingida e obrigatória. E mais: O que Emma podia ter contra a pobre Jane Fairfax? Ela nem conhecia tanto a moça. Emma em toda sua suntuosidade não devia ter inveja duma pobre órfã que poderia vir a ter um destino cruel. Ok ok, ela não é tão pobrezinha assim, ela é filha dum cavalheiro, que morreu e logo depois sua mãe acompanhou. Mas pra alguém que cresceu entre os Campbells, ter que se tornar governanta... É bem cruel. Isso somado ao segredo que ela estava guardando, não é de admirar que ela estivesse doente, coitada.
Mudando o foco para o Mr. Churchill, ele podia ter medido corretamente as atenções dele para com Emma, não teria feito os outros pensarem que ele estava interessado nela e pouparia arrependimentos posteriores.
Mais um parágrafo e juro que termino gente!
Foi só eu, ou vocês também sentiram grande agonia quando Emma descobriu que Harriet estava interessada no Mr. Knightley e achava que havia a remota possibilidade de ele retribuir??? Sei que ela achava que não o merecia,  porque ele é um cara tipo: tão bom e decidido e altamente casável, não esquecendo cavalheiro e rico! E o melhor: ele a amava desde que que ela tinha 12 anos.
Mas então gente, já deu né?  Um bom apanhado do livro, até demais...

Espero que tenham gostado. Bejinhuxx



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comentários são sempre bem vindos.
Marque a opção Notifique-me para receber a resposta ao Comentário.
Se quiser que eu responda por email, não se esqueça de deixá-lo aqui.
Se encontra algum erro no blog por favor nos avise!
O Comentário estará Disponível Após Moderação.

Quer deixar seu link? Use essa Dica

Topo