Encontre Livros em Promoção nos nossos Principais Parceiros

Livraria da Travessa  Livraria Cultura Livraria da Folha Submarino

Preciso falar sobre Meu Amor Por Ti



Tem algo que está preso dentro de mim. E Preciso desabafar. O texto do mês passado foi fictício. Enquanto esse é algo pelo que Passei de verdade: Um Amor. E por muito tempo, achei que talvez se eu esperasse eu seria correspondida.
Mas já faz tempo, e eu preciso deixar  passar, me curar. E refletindo achei que se contasse a vocês seria como se eu estivesse me Libertando.
Por Que o Pior de tudo é que o Moço soube do meu sentimento por ele, mas escolheu ignorar. Disse que não queria perder minha amizade. Mas o que aconteceu foi que não fomos mais amigos como antes.


E esse texto abaixo eu escrevi já deve ter uns três anos.

Gosto de ti

Dois anos fazem que te conheço. A tempos fui ferida e não amei ninguém desde então. Mas desde que te conheci senti que com você eu poderia ser feliz. Que eu poderia fazê-lo feliz. Mas na época você tinha um 'Lance'. Que não deu certo. E Hoje não tem ninguém e eu torço para que se quiser alguém que você queira a mim. Você me faria uma mulher muito feliz. Gosto de cada Pedacinho de ti. Gosto de quando sorri, e de quando você diz meu nome. Seja da forma como repete-o várias vezes como naquele filme... Ou quando diz: Ohhh Angéélicaaa faz um favor pra mim??? Gosto quando você fala com seu sotaque carioca e  puxa  o "s".
Gosto de você com óculos e sem. Com bigode talvez eu me acostumasse, mas és lindo sem... Gosto de como você parece maduro e o és, mesmo sendo tão jovem. Gosto de ti porque és zeloso. E gosta que as coisas sejam feitas do modo correto. Gosto de ti porque confiou em mim e conversou comigo. Gosto de ti quando conta piadas fictícias e quando conta as tuas gafes... Gosto de ti porque quando me dirige a palavra me olha nos olhos. Gosto de ti porque fascina-te ver Cirque du Soleil. Gosto de ti porque és menino ao brincar na piscina. Gosto de ti porque me dizia quando algo te chateava ou quando algo lhe doía. Gosto de ti porque abraças apertadinho, seja quem for. Gosto de ti porque ao volante dá voltas na rotatória e sorri. Gosto de ti porque és um homem menino e não teve vergonha de caminhar ao meu lado. Gosto de ti sorrindo e gosto de ver-te nervoso com algo. Gosto que quando ficas espantado arregala os olhos e sorri de boca aberta. Gosto de ti porque és tímido, quando soube que eu gostava de ti, receou sentar ao meu lado, mas me olhou de escanteio. Gosto de ti porque quando soube que eu gostava de ti, teve medo de perder minha amizade, não me disse nada e continuou a me tratar do mesmo jeito, com carinho amigo. Gosto de ti porque tu és tu.



Não ouso dizer teu nome aqui nesse texto porque sei que não o agradaria. Mas acho que com essa exposição eu devo deixar esse sentimento ir. Não me prender mais a ele. E tentar outra vez, deixar meu coração se apaixonar novamente.



Digite seu Email e Fique por Dentro de Tudo que Acontece Aqui, Posts, Promoções e Sorteios:


5 comentários

  1. awn que gracinha, adorei teu texto!
    tonsdeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. que graça seu texto, agora você pode deixá-lo ir e deixar as portas do seu coração abertas para novas emoções

    ResponderExcluir
  3. Nossa! Que beleza....
    Já passei por situação semelhante... E atualmente me repito sempre que "superar não implica em esquecer". As lembranças ficam e é bom lembrar, pois fazem parte de você, são seu passado, sua vida. Recorde com carinho, mas não se prenda!
    Até + ver! Nu.
    As 1001 Nuccias | Curtiu?

    ResponderExcluir
  4. Sabe, quando eu era mais nova, tinha vergonha de expor meus sentimentos, com medo de ser ridicularizada. De fato, isso ocorreu uma vez e depois me fechei bastante. Mas após alguns anos, eu percebi que o "não" nós já temos, e se não buscarmos o "sim", será sempre "não" e depois nos perguntaremos aquele: "E se eu tivesse falado, como seria?".
    Portanto, hoje eu busco o "sim", sem grandes expectativas, e se não der certo, eu desencano. Apesar de que, me abrindo assim como você, eu acho que não sou mais capaz de amar, ao menos não com tanta intensidade como na juventude. às vezes me sinto como se estivesse murcha, o que é um pouco triste...Mas isso é outra história!
    O que fica para você é: você se abriu, não deu certo...é hora de realmente deixar esse sentimento na memória e buscar terras mais férteis.
    Boa sorte!
    www.historiamuda.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Amanda, foi o que minha amiga me falou. que eu já tinha o não, que era preciso falar com ele, deixar que ele soubesse, que ele tinha direto de saber...

      Excluir

Comentários são sempre bem vindos.
Marque a opção Notifique-me para receber a resposta ao Comentário.
Se quiser que eu responda por email, não se esqueça de deixá-lo aqui.
Se encontra algum erro no blog por favor nos avise!
O Comentário estará Disponível Após Moderação.

Quer deixar seu link? Use essa Dica

Topo